Indicações Oscar 2013

argo

Quem se importa com as indicações ao Oscar? Eu me importo, sempre me importei e, provavelmente, sempre me importarei. Achei as indicações bem estranhas. Como nem de longe vi a maioria dos filmes indicados (sou  cada vez menos cinéfilo, vejo cada vez menos filmes), fica difícil analisar se elas são justas ou não. Mas como todo mundo tem mania de opinar, também vou na leva.

Antes de qualquer coisa, acho a palavra “esnobar” um tanto forte e pejorativa demais. O fato de você não ter sido indicado, não necessariamente corresponde a uma esnobada. Em alguns casos, a “esnobada” parece evidente, mas em outros acho o uso da palavra desnecessário e pura “polêmica” boba. Batman, o Cavaleiro das Trevas Ressurge me parece, sim, uma grande esnobada. Levou zero indicações quando poderia ter levado várias, pelo menos nas categorias técnicas (efeitos visuais, categorias de som, edição e fotografia). Já “Magic Mike”, “A Viagem” e “O Exótico Hotel Marigold” são ausências, mas não acho que sejam esnobadas.

Gostei de Helen Mirren e Marion Cotillard não terem sido indicadas à melhor atriz. Não vi nenhuma das atuações, mas os nomes das duas me parecem preguiçosos, sempre cogitados por qualquer papel que seja. A indicação de Jacki Weaver é uma surpresa e coloca O Lado Bom da Vida como um dos poucos filmes a receber indicação nas quatro categorias de atuação. Ainda na categoria atriz coadjuvante, Amy Adams recebe sua quarta, mesmo com toda aquela cara meio sem sal.

Ainda não vi “Django Livre”, mas confesso certa preguiça desse projeto de Tarantino, mesmo gostando do diretor. A indicação de ator coadjuvante a Christoph Waltz me parece preguiça nível mil, já que, a julgar pelo trailer, ele faz algo bem próximo ao que fez em “Bastardos Inglórios”. Mas posso estar errado, né?

Queria Rachel Weisz, mas não teve. Em compensação, teve a menina de nome impronunciável de “Indomável Sonhadora”. Não vi o filme, mas parece uma dessas indicações para um ator que está estreando e que depois não dá em (quase) nada: a gordinha de “Preciosa”, a latina de “Maria Cheia de Graça”, a menininha de “Encantadora de Baleias” e por aí vai.

the-impossible10

Uma indicação só
Naomi Watts sofre, se corta e fica toda cagada em “O Impossível”, a única indicação a um filme que, talvez, merecesse mais. Helen Hunt ocupa a vaga de indicada por papel de prostituta da vez em “As Sessões” e também leva a única indicação da produção, enquanto o ator John Hawkes ficou de fora para dar lugar a Bradley Cooper e/ou Hugh Jackman (justo, bem mais bonitos!). “Moonrise Kingdom”, o filme mais preguiçoso e igual a tudo que ele já fez do Wes Anderson, foi lembrado pelo roteiro.

“Espelho, Espelho Meu”, com o pior e mais equivocado figurino do ano, levou indicação, acredito que graças à morte de Eiko Ishioka, em um dos seus piores trabalhos. “Prometheus” tinha potencial para levar indicações por fotografia, direção de arte, pelas categorias sonoras e ator coadjuvante (cadê Michael Fassbender?), mas só levou pelos efeitos especiais. “Hitchcock” levou indicação por maquiagem, e o maior sucesso financeiro do ano, “Os Vingadores”, só foi lembrado por seus efeitos especiais. “Ted” e “Chasing Ice” (que raios de filme é esse?!) levam indicações por suas canções.

– De acordo com as indicações, Anna Karenina é o filme mais bonito do ano, com indicações em figurino, direção de arte, fotografia e trilha sonora;

– Estranho Ben Affleck não ser indicado como diretor, já que o Oscar adora atores que se dão bem dirigindo. A ausência (esnobada?) de Kathryn Bigelow é ainda mais sentida, já que “A Hora mais Escura” foi bastante elogiado, e ela faria história ao ser a primeira mulher a ser indicado duas vezes para direção;

– Jura que indicaram “O Hobbit” para maquiagem e direção de arte? Mas não foi tudo reaproveitado de “O Senhor dos Anéis”?

– Dos males o menor: esse ano não temos nenhum “Um Sonho Possível” ou o horroroso “Tão Forte, Tão Perto” na categoria de melhor filme;

Life_of_Pi

Quem eu quero que ganhe
Filme: Só vi dois até agora (Argo e As Aventuras de Pi). Queria que levasse “O Lado Bom da Vida”, só pra dar um tempo nos filmes sérios e por ser um dos mais curtos (Campanha por filmes com 1h45, no máximo). Não vi “Lincoln” ainda, mas a vitória dele é bem cara de escolha preguiçosa e óbvia. Posso estar errado;

Direção: Sem Affleck ou Bigelow, daria para o David O´Russell, só pelo fato de um dia o rapaz já ter sido “aquele diretor ousado que nunca vai ser lembrado pelo Oscar”;

Ator: Bradley Cooper, porque ele é lindo. E isso basta;

Atriz: Naomi Watts, porque é uma ótima atriz e já merecia ter levado antes;

Ator Coadjuvante: Robert De Niro, só para gente lembrar que ele já foi um bom ator, apesar de hoje só fazer merda. Mas legal mesmo seria se o Richard Parker (o tigre de “As Aventuras de Pi”, ele tá ótimo e super expressivo no longa) levasse;

Atriz Coadjuvante: Não quero que a Anne Hathaway leve, só porque sou do contra. Sally Field já tem dois, né, então acho que daria pra Amy Adams, só pra ela não desenvolver complexo de loser;

Roteiro Original: Cadê “Looper”? “A Hora mais Escura”, porque dizem que é um roteiro bem “jornalístico” e eu sou jornalista, então vamos apoiar a categoria;

Roteiro Adaptado: Cadê “As Vantagens de Ser Invisível”? “O Lado Bom da Vida”, chega de filme grandioso, né!;

Fotografia/Direção de Arte/Figurinos/Trilha Sonora: “Anna Karenina”, porque sou bicha e tô louco pra ver;

Edição: “Argo”, só pro filme não sair sem nada. Não queremos o Ben Affleck triste, né!;

Maquiagem: “Hitchcock”, só porque tem Toni Collette e Scarlett Johansson;

Música: Adele vai ganhar com uma música pésszzzzzzzzzzzzzzzzzzzz;

Edição e Mixagem de som: 007 – Skyfall, pelos gemidos e pela macheza do Daniel Craig;

Efeitos Visuais: “Prometheus”, porque o filme é uma decepção, mas os efeitos são ótimos. Ou “As Aventuras de Pi”, pelo Richard Parker;

Filme estrangeiro: “Amor”.

Animação: Fico feliz tanto se “Frankenweenie” ou “Detona Raplh” levar.  

Caguei para documentários e as categorias de curta.

PS: Eis a lista completa dos indicados;

PS1: Esse post só existe por estou procastinando na firma. Não contem para ninguém.

2 pensamentos sobre “Indicações Oscar 2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s