Cinema gastronômico

thehundredfood

Existe toda uma tradição de filmes sobre gastronomia. Não são poucos os longas que usam a comida como temática e/ou pano de fundo e fazem um paralelo entre temperos, molhos, sabores e a vida. Dessa linhagem destacam-se produções tão díspares como “A Festa de Babette”, “Como Água para Chocolate” e a animação “Ratatouille”.

Coincidência ou não, vi duas produções recentes que passeiam por aromas e sabores e estão atualmente em cartaz: “A 100 Passos de um Sonho” e “Chef”. Além de explorarem o universo da culinária, ambos os filmes têm outros aspectos em comum: apostam em uma abordagem étnica da comida, sendo a primeira sobre a culinária indiana e a segunda o sabor da comida cubana, e possuem uma lição de moral que versa sobre a importância da família.

A 100 Passos de um Sonho lembra as produções da Miramax do final dos anos 1990 e início dos anos 2000: tem pedigree literário, traz uma temática edificante e pelo menos um nome importante no elenco (Helen Mirren dando dignidade a um papel bem aquém do seu talento). O filme é ainda dirigido por Lasse Hallstrom, cineasta responsável pelos dois mais bem sucedidos exemplos dessa fórmula de fazer filme da antiga Miramax: “Regras da Vida” e “Chocolate”.

Hallstrom possui talento para o melodrama e consegue balancear tragédia, comédia, romance, lágrimas e sorrisos . Aqui, o diretor não sente a menor vergonha em apelar para a emoção em um filme bonito, bem realizado e que traz uma mensagem bem óbvia e clichê, mas é contado de forma bastante envolvente. A trama é bem simples: uma família indiana se estabelece em uma vila no interior da França e começa uma rivalidade com a dona do chique restaurante que funciona a 100 passos do novo estabelecimento da família.

Sem grandes pretensões, Hallstrom atiça o paladar do público e filma com vontade cenas que apuram os sentidos do público. Seu único pecado é se alongar em algumas subtramas que pouco contribuem para o fluxo da narrativa. Mas “A 100 Passos de um Sonho” encanta quando funciona.

chef_movie_stills

Chef também sofre do mesmo mal de ser longo demais. Apesar da parte introdutória que estabelece a trama funcionar muito bem, o novo filme de Jon Favreau (diretor dos dois primeiros “Homem de Ferro”) desperdiça quase metade do seu tempo até chegar onde quer. Favreau narra de forma leve e envolvente a história de um chef (interpretado por ele mesmo) que, graças a uma briga via Twitter, perde seu emprego e precisa recomeçar. Em busca de seu sonho, ele abandona as cozinhas de restaurantes e se aventura em um trailer de comida, tudo em nome da sua independência e paixão por preparar comida.

Sem grandes conflitos, o diretor se divide entre belas cenas que dissecam o preparo de alguns pratos (nunca tive tanta vontade de comer um sanduíche de queijo quanto o feito no filme) e a reaproximação entre um pai que trabalha demais e seu filho que demanda mais atenção e carinho. É esse equilíbrio entre uma trama e outra que minimiza a longa duração da produção. Favreau e o ótimo ator-mirim que interpreta seu filho possuem química, e a relação entre os dois é bem retratada e foge dos clichês mais óbvios. Já a edição é ágil e a fotografia deixa o espectador com água na boca ao potencializar as cores e texturas dos alimentos que estão sendo preparados.

Para quem gosta de filmes com grande elenco, “Chef” ainda traz como bônus a participação de nomes conhecidos em pequenos papéis, deixando claro que essa é a produção feita entre amigos. Dustin Hoffman, Scarlett Johansson, Oliver Platt, Sofía Vergara e Robert Downey Jr (sendo esse o único que destoca do tom mais intimista do longa) aparecem aqui e ali para dar ao filme certo charme.

Nem “Chef” e “A 100 Passos de um Sonho” são grandes filmes, mas ambos são corretos, divertem e dão continuidade a um rico menu de produções que une cinema e gastronomia. Se os dois longas não chegam a ser os melhores exemplos dessa linhagem, pelo menos estão longe de fazer feio aos clássicos do subgênero.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s