A Travessia

the walk

A Travessia já sai perdendo porque reconta exatamente a mesma história do ótimo documentário “O Equilibrista”, (“Man on Wire”), inclusive vencedor do Oscar na categoria. Se o novo filme de Robert Zemeckis (“Forrest Gump” e “Naufrágio”) não traz nada de novo à história já contada, ele tenta compensar esse pequeno porém por meio da técnica.

E “A Travessia” é pura técnica e espetáculo. Por meio do uso do 3D e das câmeras de IMAX (que maximizam o impacto visual da produção), o diretor usa a tecnologia e o cinema para jogar o espectador no meio da história do francês Philippe Petit, que ousou atravessar as duas torres do World Trade Center em um cabo de aço nos anos 1970.

Em relação à técnica, “A Travessia” é imbatível. Zemeckis, cineasta experiente em conduzir grandes espetáculos visuais (“Contato” e “O Voo” exemplificam muito bem esse talento), usa a profundidade do 3D e da fotografia para deixar o espectador tonto e ansioso. E as cenas que Petit realiza suas façanhas são extremamente bem filmadas. Nesses momento, “A Travessia” se justifica ao criar tensão e suspense representando aquilo que o documentário de James Marsh (“A Teoria de Tudo”) não foi capaz de mostrar.

Mas cinema não é só técnica e espetáculo e, nesse ponto, “A Travessia” deixa a desejar. O problema do filme é menos ficcionalizar um documentário bem sucedido e mais o didatismo que o diretor emprega à narrativa. Há um excesso de narração em off que incomoda ao explicar detalhadamente o plano do francês em burlar a segurança dos prédios para fazer a ação, por exemplo.

Outro problema são as cenas completamente dispensáveis em que Petit (um Joseph Gordon-Levitt sem o menor carisma) fala diretamente ao público em cima da estátua da Liberdade. Além de visualmente cafonas, elas ainda travam o ritmo do longa. O resultado é um bom filme, visualmente impressionante, mas que carece de uma narrativa melhor resolvida. Sua força e impacto estão mesmo nas imagens, mesmo que a narração em off e os diálogos edificantes atrapalhem. Dica: filme para ver obrigatoriamente em 3D e no IMAX.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s