Loki

Um dos problemas das produções atuais da Marvel é que elas existem mais pelo que estar por vir do que propriamente pelas suas tramas. “Loki” exemplifica muito bem isso. A terceira série da Marvel para a Disney Plus (depois da interessante “WandaVision” e da chatinha “Falcão e o Soldado Invernal”) começa bem mostrando o destino do irmão malicioso de Thor após o seu sumiço no último filme dos Vingadores.

Explorando muito bem o carisma/charme de Tom Hiddleston, a química entre ele e Owen Wilson e uma divertida direção de arte que remete desde os anos 1970 a uma burocracia distópica, a série destila uma boa pegada de humor em uma trama que parece promissora. 

Infelizmente, no entanto, não demora muito para a história virar uma grande confusão de idas e vindas no espaço temporal, com o que parecia interessante sendo atropelado pela repetitiva estratégia da Marvel de sempre projetar no espectador essa expectativa pelo futuro e pelas possibilidades que o tal universo Marvel pode seguir. Nas HQs também funciona assim, mas cinema é outra coisa. 

Tudo parece estar ali mais para gerar burburinho e tweets do que propriamente para fazer sentido. A galera nerd/geek urra de prazer e respira/vive pelas especulações e referências, mas as produções em si (no caso aqui a série) morrem na praia em prol de histórias que seguem sendo eternamente construídas, nunca resolvidas. 

Em termos de marketing, vendas de bonecos Pop Funko e arrecadação de dinheiro, é realmente uma estratégia incrível. Mas, para quem não quer ficar eternamente no mundo das especulações e está ali realmente só para se entreter com uma boa trama, está ficando chato e irritante.

O resultado é ainda mais frustrante quando o programa desperdiça bons atores como Gugu Mbatha-Raw ou subutiliza bons personagens como a guarda Hunter B-15 (Wunmi Mosaku). Quem sabe elas sejam melhor exploradas na já anunciada segunda temporada ou em algum outro filme qualquer do estúdio. Só não sei se terei mais paciência para acompanhar uma saga que promete nunca ter fim.

Leia também:
Viúva Negra
WandaVision
Falcão e o Soldado Invernal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s