Them

A Netflix nos acostumou a maratonar séries, mas a verdade é nem todas elas são maratonáveis. É o caso de “Them”, série antológica de terror que acabou de estrear na Prime Vídeo. Não que o programa seja ruim, mas algumas séries precisam de um tempo maior entre um episódio e outro, ainda mais quando ela mistura racismo com uma abordagem de terror.

“Them” começa com um casal negro se mudando para um bairro de subúrbio essencialmente branco nos anos 1950. A trama lembra o suplot de “Suburbicon: Bem-Vindos ao Paraíso”, filme de 2017 dirigido por George Clooney e que também mostra a reação nada amigável dos brancos à chegada de uma família negra à vizinhança.

A série traz ainda elementos presentes em “Corra!” e “Nós”, duas produções do diretor Jordan Peele, mergulhando os episódios em um horror social decorrente do racismo imbricado no american way of life.

Com um bom elenco e uma ótima produção que capricha na direção de arte, figurinos e fotografia, “Them” conquista o público de imediato, mergulhando o espectador em uma angústia e tensão constantes. A série ainda é muito bem embalada em uma estética ousada e vigorosa, mostrando que a Amazon não poupou esforços em transformar o programa em um queridinho do público.

É uma pena que todo esse esforço caia por terra graças a uma trama que nunca se decide se quer apostar no horror social ou apelar para o terror fácil de criaturas fantasmagóricas presas em um passado trágico. A série começa bem, entregando bons personagens e criando uma boa dinâmica narrativa. Mas, em algum momento, ela vira uma espécie de “American Horror Story”, com sustos e violência gráfica tomando conta da tela e passando por cima da própria história.

Isso fica ainda mais evidente no salto que a série dá do sétimo para o oitavo episódio, deixando o público confuso ao simplesmente não mostrar partes importantes da trama e descartar uma das personagens mais interessantes. O resultado é ok, mas deixa uma sensação de frustração e de que “Them” poderia mais.

Leia também:
WandaVision

Desalma
Mrs. América
Years and Years
Fleabag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s